Pães, novamente.

Já falei que não existe padarias como as nossas aqui e o quanto eu sinto falta de um pão gostoso e fresquinho? Já falei que aqui eles amam pão azedo (ok, sourdough bread, não sei como traduzir e talvez não haja palavra em português para traduzir um pão tão ''nheca'').

De todos os lugares que vendem pão nesta enorme Sydney, acho que conseguimos listar dois lugares que vendem pães gostosinhos, e o segundo lugar foi descoberto esta semana. Abriu uma ''padaria'', mas não pensem que é uma padaria assim chamada, é apenas uma salinha pequena com vitirine que vendem cup cakes (outra mania australiana que eu não acho nada - oh coisinha sem gosto e aquele glacê no topo é outra nheca) e alguns pães. Fica em Bondi Junction. O pão chama-se Challah (pão judeu), e é tudo de bom e gostoso no café da manhã com café preto (lembra muito o nosso brioche, levemente docinho e leve).

Ah, e por falar em judeu, agora sou israelita. Sim, esta foi a última nacionalidade atribuída a mim. Sim, meu sotaque é tão ''unusual'' aos ouvidos dos aussies que já nasci em vários países da Europa. Croata? Sim. Sueca? Também. Alemã? Muitas vezes. Francesa? Quase sempre. E agora judia.... pois bem, então me deixa adotar alguns costumes judeus e saborear mais um pedacinho de Challah.

E é por isto que eu preciso de uma máquina de fazer pão, urgentemente!

Ah, e também preciso de um bom otorrino que faça com que os ouvidos destes aussies entendam que meu sotaque é brasileiro, ou que parem de uma vez por todas de atribuir todas estas nacionalidades a mim, pois como boa sagitariana, minha vontade é arrumar as malas e ir visitar todos estes países onde supostamente eu nasci.

12 comentários:

Augusto disse...

Sou felizardo, pois Mamis adora "amassar" um pão caseiro bem docinho à pedido do caçula aqui! Adicione uma xícara de café com leite e uma criança feliz se faz presente, o pão ausente, e uma Mamis contente :0)

Edelize disse...

Augusto - adorei a rima! Realmente, pão ausente e uma,aliás, duas crianças se fizeram presente aqui!

Ivana disse...

Vixe, sem pão não dá! Eu tb adoro um pãozinho quentinho com café preto.
Beijo.

Tati Arrebola disse...

Também mooooooooooorro de saudades do pao bem quentinho com manteiga! Alias, até a manteiga daqui da Italia é diferente......
Beijos!

Cris S. disse...

Pois eu também amo pães! Tem algo mais gostoso que pão feito em casa fresquinha? Me dá água na boca só de pensar. Quando eu era criança, eu comia com manteiga e mel. Tudo de bom! Só que não como pães de farinha branca há muito, muito tempo. Em casa, comemos o pita bread de farinha integral. E, quando eu tenho tempo, geralmente apenas nas férias, ressuscito a minha bread machine e invento pães diferentes, mas sempre com farinha integral ou de centeio. Adiciono aveia, linhaça e outras coisitas e fica uma delícia! Vale a pena comprar, é ultra prático e mto mais saudável!

beijocas e bom domingo

Augusto disse...

Ainda sobre pães: tb aprecio pães integrais, principalmente com esta pasta especial: 1 colher de sopa de suco de limão, 2 colheres de sopa de shoyu, 2 colheres cheias de tahine. Misture tudo e esqueça deste mundo!
PS. Você pode dosar as quantidades conforme paladar, caso fique muito "apertado", adicione água. Ah! Tahine tb fica ótimo misturado ao mel;D

Edelize disse...

Ivana - e não há nada melhor que isto: café preto e pão fresquinho! E pela manhã ainda melhor!

Tati - a manteiga aqui também tem um gostinho bem distinto. Eu não me acostumei com o gosto dela e dificilmente uso.

Cris - estou atrás da máquina de fazer pão e não consigo me decidir por qual (choices!!!). Adoro qualquer tipo de flat bread, e ultimamente estou viciada em roti e naan (indianos), e acabei de fazer pão de queijo! Argh... muito carbo!

Augusto - vou experimentar fazer este creminho aí. E amo tahine com mel. Uns tempos atrás deixei de usar margarina e optei pelo tahine. Adoro!

Cris S. disse...

Edelize,

A minha é a japonesa Zojirushi e eu só tenho a elogiá-la! Ela faz pães diversos, bolos, massas de pizza (ai que perigo, mas dá pra fazer com farinha integral e fica uma delícia!). O melhor é que é a coisa mais prática que tem: colocar os ingredientes e apertar o "on". O chato é aguardar umas 3-4 horas para o pão ficar pronto! Depois é só comer!

Outra coisa, vem um manual dando todas as instruções e um caderno de receitas excelente. Tipo fool-proof, não é ótimo? haha

beijocas!

P.S. Menina, já tô sentindo o gosto da alegria p.q. o artigo está chegando "no ponto"! :) Só assim me dou direito de voltar a correr!

In-Vestida disse...

Descobri seu blog hoje. To adorando "passear" por aqui. Bjus

Silvinha disse...

Edelize, eu moro na Alemanha e sofria com os pães daqui. São meio secos, não gosto do sabor...

Sim, compre uma maquian de fazer pão!!! Que diferença!!!

Beijo!

Wandique disse...

Deixe de ser preguiçosa e amasse na mão, fica muito
mais saboroso. Basta sovar (no mínimo) cem vezes.
O problema é que engorda pra caramba (não o sovar é claro).

Sabores e cores disse...

Oii... td bem? Brigadinha pela visita!!! A receitinha do Pão de queijo com a fécula de batata achei no Pecado da Gula, e o nome é o mesmo, Pão de queijo japonês. O meu ficou bom na hora, mas dps q esfriou não ficou mto boa... se surgir alguma duvida é melhor dar uma conferida no blog dela. Farei mais algumas xs pra ver se acerto..rss..
Bjos. Até mais breve contato...

Blog Widget by LinkWithin

Stats

Clicky Web Analytics

Foi assim...