Aborígenes

Esta semana, o que vem a ser o ministro das finanças aqui, anunciou o orçamento para este ano, e por ser uma ano de eleições veio recheadinho de coisas boas, como redução de imposto, orçamento para isto e para aquilo. Na minha opinião, muito bem vindos apesar do toque hipócrita de algumas das medidas.

Porém, algo me deixou muito furiosa. Primeiro, da maneira como foi anunciada e segundo por estarmos em 2007 vivendo num país desenvolvido e somente agora alguém resolveu mexer o rabo (com o perdão da expressão).

Olha, não estou querendo soar uma rabujenta reclamona visto o meu último post no qual eu digo que aqui não é o paraíso que muitos acreditam ser . Até mesmo os australianos acreditam piamente que aqui é o melhor lugar do mundo para se viver, se horrorizam com a pobreza de países em desenvolvimento como o Brasil, porém se fazem de cegos para as injustiças sociais que existem aqui.

Estou falando da situação dos aborígenes na Austrália. Havia comentado levemente no post anterior e gostaria de ter escrito um post menos enfurecedor, com fatos históricos, ter falado um pouco sobre o The Dreaming (o misticismo religioso deles), ter falado da Stolen Generation, nome dado ao que foi uma iniciativa do governo australiano de tirar crianças aborígenes de suas famílias e entregá-las aos cuidados de instituições cristãs com o objetivo principal de ''desaboriginar'' (neologismo puro, pois não creio que exista esta palavra) gerações futuras. Isto aconteceu há poucos anos e muitas dessas pessoas estão até hoje à procura de seus pais. Em fim, queria ter feito um apanhado mais detalhado sobre o assunto e ter sido um pouco imparcial, embora não haja como não tomar partido numa situação dessas.

Voltando ao Orçamento. Bem, pela primeira vez haverá orçamento para incentivar a população indígena a adquirir casa própria (uma ironia sem fim, pois afinal de contas esta é a terra deles). Agora, o que é mais irônico é que se eles forem usar esta ajuda para adquirir a casa onde vivem acho que irá sobrar dinheiro, pois a maioria deles vivem em casas feitas de pedaços de lata.

Bem, ao invés de me prolongar mais e deixar transparecer mais o meu ódio com o descaso do governo daqui para com eles, vai aí um link para um slide show que mostra exatamente como eles vivem. Daí me digam se não é para ficar muito p. da vida.

Outros fatos e link:

  • Os aborígenes representam 2% da população australiana;
  • Expectativa de vida do homem aborígene é de 59 anos enquanto a média para os outros homens é de 76 anos;
  • Expectativa de vida da mulher aborígene é de 65 anos enquanto a média para as outras mulheres é de 82 anos;
  • Lepra e turbeculose são comuns entre a população indígena e praticamente erradicada na população não aborígene.
  • Artigo no Sydney Morning Herald
Beijocas

17 comentários:

Roseane disse...

Caramba!!! Agora fiquei boquiaberta com tudo isso, como descedente Parú, fiquei pasma especialmente sobre os aborígenes...

Roseane disse...

Pronto agora minha boca foi para o chão depois que vi as fotos. É parecido com o Brasil, o interior do norte e nordeste. Já visitei lugares bem parecidos com esses rostos (famintos, perdidos, desesperançosos), tudo isso é muito triste, não dá nem pra acreditar que é na Austrália.

Rosario Andrade disse...

Bom dia Edelize!
Impressionante este seu post. Ja sabia de alguns dados relativamente aos aborigenas mas nao deixa de impressioanr sempre. Espero que o governo esteja a falar de casas mesmo e que as condicoes financeiras possam mesmo ser aproveitadas pelas pessoas para melhorar a sua qualidade de vida.

bjicos

marbatis disse...

Edelize,

E' realmente revoltante a forma como os arborigenes foram/sao tratados na Australia. Quando estive no Museo de Melbourne vi uma grande exposicao chamada Koori Voices se me lembro bem. Muito legal com videos e depoimentos e historia dos arborigenes. Uma outra coisa engracada enquanto estava ai. Vi na tv um jogador de futebol australiano (ou rugby?) que nasceu no Brasil e foi pra Australia aos 3 anos. Pois bem, ele esteve de volta ao Brasil pra conhecer o Rio e visitou uma favela. Os comentaristas da tv perguntaram se ele nao ficou muito chocado em ver a favela.... haha
Hipocrisia e' isso ai e existe mesmo em paises de primeiro mundo e aqui (Estados Unidos) tb vejo isso.

Abracos,
Marcelo

Lino disse...

Realmente, é impensável em um país desenvolvido se ter gente como os aborígenes, vivendo à parte. Principalmente porque o país pode fornecer-lhe meios de crescerem, sem abrir mão de sua cultura.

Agridoce disse...

Menina, eu nem fazia idéia disso, tudo foi novidade...
Que triste a situação deles...

Marcio Nel Cimatti disse...

Mais um exemplo de país que não respeita os verdadeiros donos da terra.

Acredito que a Nova Zelândia soube tratar os Maoris com muito mais sabedoria do que a Austrália fez e faz com os aborigenes.

Lembro direitinho dessa discriminação quando morei por aí.

Bjo!

Eduardo disse...

Edelize,
Interessantíssimo esse post.
Sempre que pergunto pra alguém que mora, morou ou visitou a Austrália eu ouço maravilhas. Um dia perguntei para um amigo que estava cansado de ouvir apenas o lado bom da Austrália que queria ouvir o lado "não tão bom" da Australia. Ele me respondeu: "As mulheres brasileiras são mais bonitas que as Australianas", como quem diz "A Austrália não tem defeitos".
Bom, com esse post vemos que realmente toda regra tem exceção.
Outro ponto que me chama a atenção é que seria tão simples para um país rico como a Austrália resolver um problema de 2% da população, dar casa, saneamento, saúde e condições mínimas para eles viverem não é? Como vc disse, esta faltando boa vontade política, estão fingindo que não estão vendo.

Tina disse...

Oi Menina!

Nossa, quanta informação e quanta novidade impensada (?). Vale ter atenção.

PS: Lembro sempre de você quando recebo meus colegas da filial de Perth.

beijos querida e obrigada pelo carinho,

Polly disse...

Ei Edelize, as fotos são chocantes mesmo, tudo muito precário. Tão similar a algumas regiões no Brasil, né?? eu ainda não sei muito sobre os aborígenes, não sabia que eram só 2% da população, nem nunca tinha ouvido falar do descaso dos governantes:(
bjocas

Isabel disse...

É a mesma marginalidade em que vive o pova daqui que infelizmente não são apenas 2% da população. O problema disso tudo é que já começou errado desde o início poi certemente o aborígene ai não deve ser bem visto e que dentre os "real aussies" na busca de empregos e colocação profissional eles não são os queridinhos por não terem preparo pra competir com os que tem ou seja, não conseguem sair desse buraco em que vivem por conta própria. Aqui no BRAsil, nunca o governo vai dar chance pra todo mundo ter condiçoes iguais pois quando todo mundo for entnedido dentro dos seus direitos e tiver edudação de primeira pra que todos possam concorrer a uma vaga de universidade pública, quem vai lavar os banheiros??? Infelizmente eu não tenho fé que isso tudo um dia acabe pra todos. Sad but truem já dizia o Metallica! Beijinhos pra ti moça!

SandraM disse...

Oi Ede,
como voce pode ter reparado pelos comentários, essa situacao dos aborígenes aí nao é muito comentada, vista, discutida. Taí a grande ferramenta que é um blog como o seu.

beijos

Paulo Nunes Jr disse...

Absurdo Ede,

Os "modernos Ocidentais" chegaram ai roubando a terra deles, fizeram o que bem quiseram, e ainda hoje mantem essa divida historica.

Beijos.

maira disse...

Políticos... Só mudam de endereço. Nossa! Essas fotos são chocantes mesmo, ainda mais considerando o país em que está inserida. Como podem deixar que essas pessoas vivam assim sem as mínimas condições?! Tem que se indignar mesmo.
Bjos

Cris disse...

Fico feliz de você ter escrito sobre os aborígenes, Edelize. Os ingleses deveriam se envergonhar do que fizeram, mas parece que o povo australiano não tem nem força nem vontade política para oferecer uma vida um pouco melhor p/ os sobreviventes. A colonização inglesa foi feita de uma maneira terrível... a matança foi feita aos poucos, não foi imediata. Os ingleses eram mestres nisso...Envenenação de poços, separação dos filhos, uma desculturação brutal. Hoje em dia os aborigenes mal sabem o que eles são... e quando se expressam, tem que ser em inglês para serem ouvidos. Uma vergonha.

Beijos,
Cris

Thais Corby disse...

Nossa, que horror Edelize... eu nao imaginava que era tao ruim assim, pois sempre ouvi dos australianos brancos que os aborigenes sao vagabundos, por isso que vivem desta maneira...
Vergonhoso...

Ione disse...

Se não tivesse nenhuma informação eu poderia dizer que as fotos são de uma favela no Brasil.
Muito triste...

Blog Widget by LinkWithin

Stats

Clicky Web Analytics

Foi assim...