Amuada

Faz tanto tempo que não acontece algo diferente no meu dia-a-dia que já havia esquecido como é bom ver o que acontece ao redor da gente com outra atitude. Estou numa fase muito rotineira para meu o gosto, casa-trabalho-casa, e não tenho energia para mudar esta situação. Sei exatamente as coisas que estão me incomodando, mas como disse, sem energia, sem ânimo. Uma hora tudo muda, mas no momento, vou é curtir a falta de ânimo.

Esta semana, por exemplo, foi um pouquinho mais divertida que as demais. Começando pelo final de semana passado que apesar de ter ficado em casa, adorei ter cuidado um pouquinho de mim, coisinhas bobas como pintar a unha, passar um creminho no cabelo, fazer esfoliação, e re-assistir a um bom filme (Almódovar - Mulheres à beira de um ataque de nervos - hahaha o título caiu como uma seda no meu atual estado de espírito). E por estas coisinhas, a semana começou mais feliz, apesar do calor.

Sim, o calor é uma das coisas que está me incomodando profundamente. Odeio dias quentes. Odeio tomar banho e ter a sensação que não tomei, odeio suar, odeio sentir aquele bafão quente ao abrir a porta, odeio sentir a roupa grudar no corpo, odeio não me sentir fresquinha e cheirosa. Odeio verão, só gosto quando estou de férias e com uma piscina por perto! O negócio é ter paciência, pois apesar do outono já ter começado, está mais quente que o verão. Eca!!!

Mas, apesar do calor todo, que é um dos fatores da minha falta de ânimo, aceitei ao convite de ir almoçar com um casal de amigos na quinta-feira. Estava a ponto de recusar, pois bem neste dia havia levantado super ruim, com tontura, náuseas, e um cansaço fenomenal. Tão ruim era o meu ''quadro clínico'' que nem fui trabalhar e tampouco senti coragem de ir ao médico por receio de dirigir. Fiquei quietinha na cama esperando a ''bodeira'' passar.

Mas o convite era irrecusável, pois envolvia ir a um restaurante brasileiro. Imagina se eu iria perder a oportunidade de saborear um arroz, feijão, bife de picanha (aliás, dois bifes), salada mista e farofa? Jamais!!! Sem contar a companhia agradável e carinhosa dos meus amigos. E por causa deste evento tão normal aos olhos de alguns, meu estado de espírito melhorou um pouquinho. E para fechar a semana em alta, me acabei rindo na sexta-feira a noite ao ligar a TV e ver que estavam passando o filme Os Normais. Já havia visto no Brasil, mas ontem à noite teve um sabor de alegria bem maior que da primeira vez que vi. Foi tão bom me sentir em casa por algumas horinhas da semana.

Pronto, além do calor, outra coisa que está me incomodando é a saudade de casa. Sim, estou homesick, buá, buá.... E como eu dizia quando era pequena, ''tô no ódio'' e preciso de um ''tóinho da mãe'' (tóinho=colinho).

Beijocas, e lá vou eu enfrentar um dia de 30C!

Corrigindo - temperatura 34.5C, sensação térmica 35.5C

7 comentários:

Polly disse...

Ei amuada, rs...isto é só uma fase daqui a pouco passa...sabe que hoje me falaram deste filme "os normais" eu conheci o seriado mas nunca tinha ouvido falar do filme e não vi que seria exibido na tv aqui :( perdi :( :( :( Tô amuada agora!!!! rs... realmente o calor tá brabo!!! bjos

Ione disse...

Então somos duas com saudades de casa. Tenho tido tanta saudade da minha família que pensei em ir vê-los em setembro. Mas além de ser caro, tenho poucos dias de férias e enfim, queria passá-las com o Roland. Ai, ai... O jeito é telefonar muito :(
Mas olha, cabeça erguida e bola pra frente! Vou ficar aqui torcendo pra você se "reanimar" :))
Fica bem!

SandraM disse...

ai ai e eu rezando por uma calorzinho ...
minha menina, essas fases sao boas nao para curtir mas para voce depois, quando estiver bem ocupada e estressada, pensar assim: " ai ai eu era feliz e nao sabia!" .. rsrs aproveite para visitar um museu com ar refrigerado, por exemplo!!!

Paulo Nunes Jr disse...

Que bom que voce curtiu e teve varios momentos agradaveis. Mas so' uma perguntinha a comida brasileira consegue ser mais ou menos igual? Acho que o sabor nunca e' o mesmo, tudo e' slightly different! Do alho, a carne e ao arroz.

Beijos e boa semana!

Edelize disse...

Polly Eu descobri o filme por acaso. Fico pensando se para quem não é brasileiro ele é também engraçado. Tô menos amuada, o dia refrescou... Beijos

Ione Tão chato esta história de morar longe, né. Eu normalmente vou ao Brasil uma vez por ano, normalmente nesta época, mas este ano não deu :-( Ir para poucos dias, também não vale à pena. Bem, é isto aí, vamos tentar enganar esta saudade. Beijocas

Sandra OK, te mando este calor pelo correio... Felizmente, hoje está bem mais ameno, e meu astral melhorou imensamente. O negócio é curtir a rotina, pois como você disse, logo sentirei saudade deste marasmo. Museu e shopping são os melhores lugares para se esconder do calor, o duro é se arrastar até eles. Beijos.

Paulo Sabe Paulo, numa escala de 1 a 10, o gostinho fica em 8. O dono do restaurante importa quase todos os produtos, mas como você disse, às vezes o alho e até a cebola tem gosto diferente, sem contar que a carne daqui tem um gosto muito ruim. Nada como saborear um feijão com arroz direto da fonte. Beijões.

naenorocha1@hotmail.com disse...

Eu sei o que é isso, passei uma vida andando de ônibus, pegando dois no mínimo por expediente.
E não tem jeito pra fugir da inhaca, é rezar pra que não te contamine e não cheques no trabalho cheirando a estiva de ordenha.

Um beijo
Naeno

Edelize disse...

Naeno Estou morrendo de rir. Estiva de ordenha - só de pensar dá para sentir o cheiro.

Blog Widget by LinkWithin

Stats

Clicky Web Analytics

Foi assim...