Little Ashes

Gente, hoje pela primeira vez convidei o maridio para sair do cinema antes do filme acabar. Já saímos de outro(s) filme(s) antes, mas hoje foi a primeira vez que eu virei para ele e perguntei: vamos embora?

O filme tinha tudo para ser pelo menos muito bom, se tivesse sido dirigido por alguém mais preocupado com o público do que com a vontade própria de fazer um filme cool/arty, pois foi exatamente esta a impressão que tive. O diretor estava mais querendo se auto afirmar na capacidade de criar um filme artístico e nessa busca esqueceu um monte de coisinhas para manter o público interessado. Usou de imagens bonitas, porém após uma hora de filme parecia que ainda estávamos na introdução, ou melhor, estávamos! Uma introdução longa e sem conexão com a segunda parte. Nenhum personagem foi desenvolvido. Parecia uma colcha de retalhos sem arremate. Talvez tenha sido intencional. Eu já vi vários filmes colcha de retalhos ou estilo quebra-cabeça que ao longo do tempo te faz entender o contexto, te faz montar as pecinhas do quebra cabeça, te faz apreciar o filme, os personagens, o diretor, os atores (David Lynch é mestre nisto). Mas este pecou feio na incapacidade de demonstrar como atrair a atenção.

Primeiro pecado e que até agora não entendemos porquê: o filme se passa na Espanha e qual é a língua principal do filme? Inglês com sotaque espanhol! Pra que mon Dieu? Teve uma parte do filme que o personagem principal, Federico Garcia Lorca (Javier Beltrán) recita um de seus poemas em espanhol, porém com voice over em inglês. Daí não dá para acompanhar nem o espanhol (que está com voz de fundo e baixinho) nem tampouco o voice over em inglês. Chato, pois era um poema bonito. Desinteressei pelo filme neste ponto.

Outro pecado: Salvador Dalí é interpretado por um ator britânico, Robert Pattinson, que só agora fui descobrir atuou em Harry Potter e Twilight (se soubesse deste fato, não teria ido). Podem me chamar de elitista/racista com relação a atuação, mas em se tratando de interpretar Salvador Dalí em um filme, minha expectativa é que alguém com muito mais maturidade e experiência fosse escolhido (pensando bem, quem poderia atuar como Salvador Dalí se não ele mesmo? Terei de pensar nisto).

E assim saímos do cinema em desgosto total com o filme Little Ashes cujo objetivo era contar a atração/romance entre Federico Garcia Lorca e Salvador Dalí. Com certeza, se este filme tivesse sido dirigido com a mesma atenção à qualidade e ao público como foi A Single Man (dirigido por Tom Ford) teria sido um filme impressionantemente lindo assim como foi A Single Man.

Talvez o nosso desgosto tenha sido fruto das nossas próprias expectativas. Isto que dá se lambuzar de filmes do Godard e daí esperar que todos os filmes sigam a mesmo nível de qualidade - mea culpa!

5 comentários:

Marcia disse...

Puxa Edelize, um filme sobre Garcia Lorca teria tudo pra ser bom mesmo, mas pena que não foi. Bom saber, pq assim nem perco meu tempo:S

Dani disse...

Incrível como tantas boas histórias acabam sendo mal aproveitadas e viram filmes medíocres...

Fernanda disse...

Adoro filmes, mas tá aí um que eu nao vou perder tempo assistindo! Valeu pela dica!
Assisti Cracks no fim de semana e também nao recomendo. Sabe aquele filme em que vc tem a esperanca de que vai acontecer algo para melhorar? Pois é, até acontece, mas o filme nao melhora! rs
Bjs!

Roseane, disse...

Que pena!!! Realmente o filme deveria ser muito bom.
Comigo aconteceu ao contrário, fomos ao cinema, eu e o maridón, para assistir An Education, aproveitamos que nãoe ra dublado em alemão. O filme parecia bom, mas o final...não gostamos.
Sobre as uvas, deve ser coisa de brasileir@s mesmo, corta-las ao meio. mas eram enormes e como tinha caroço,decidi cortar.
Eu gosto de frutas bem picadas, aqui na Alemanha também tem salada com as frutas inteiras, tem que usar garfo e faca.
Bjks

Denise disse...

Este não está em cartaz aqui, eu acho. Eu não tenho preconteito com atores como Robert Pattinson, não. Eu não tenho é paciência mesmo. Já o Harry Potter, eu fui a estreia de TODOS, afinal eu sou mãe e participo. E gosto dos filmes de verdade. E single man é muito mesmo!

Blog Widget by LinkWithin

Stats

Clicky Web Analytics

Foi assim...