Requeijão Cremoso

Estou tentando compilar uma Lista de Reposição, como o meu pimpolho a batizou. A idéia é documentar alguns produtos que encontramos aqui que se assemelham aos produtos brasileiros. E porque fazer isto? Por dois motivos: primeiro, porque apesar de estarmos morando aqui há quinze anos, ainda sentimos falta de algumas coisinhas que só encontramos no Brasil; segundo, porque temos uma memória bem curta e nada melhor que uma listinha para nos ajudar a lembrar, certo?

Então vamos começar...

Ontem fui ao supermercado fazer o rancho da semana. Acho esta tarefa um tédio, mas para me manter animada, vou com a idéia de encontrar algo novo nas prateleiras. Eu sou o que o pessoal de marketing sempre sonhou em ter, adoro comprar novidades. Consumismo? Pode ser, mas acho que os créditos vão para o lado curioso da minha personalidade.


Bem, e como era de manhã e estava com a maior vontade de tomar um café preto, e por um segundo o cheiro de café preto associado com pão fresco e requeijão cremoso veio atazanar a minha cabecinha, meus olhos começaram a pesquisar as prateleiras mais avidamente.



Café, já experimentamos todos e ainda não encontramos nada parecido com o Pilão. Pão fresco e crocante saindo do forno, nem mesmo comprando aqueles para esquentar no forno em casa, simplesmente não existe o conceito de pão fresco das padarias da terrinha. E quanto ao requeijão? Bem, sabendo que é um produto de origem brasileira, nunca me animei muito a procurar um substituto. Minha única tentativa aconteceu alguns anos atrás quando comprei este queijo cremoso, e não chegou nem perto do nosso.

Já havia desistido da idéia, quando ontem, movida pelo meu objetivo de tornar a tarefa de ir ao supermercado menos entediante, concentrei meus esforços na geladeira dos queijos. Encontrei este produto e para a minha alegria é muito semelhante ao nosso requeijão cremoso, diria que a similaridade chega a 80%.

E então, dá para imaginar qual foi o meu café da manhã de hoje?

Beijocas

12 comentários:

Claudia disse...

Por sorte aqui tem a "vendinha" do portugues com Requeijao direto do Brasil.. maravilha!!!

Thais Corby disse...

Ai nem me fale... quando vi este pote de requeijao pocos de caldas me deu ate agua na boca...Vou ver se eu acho este cream cheese, se bem que nao consegui ver bem o nome no rotulo.
Pois e, o james esta com uma hernia abdominal e vai ter que operar, aparentemente nao e nada muito serio, e ate bem comum, mas tem que operar.
Um beijao para voce.

Marcia disse...

Bom desse mal eu não iria morrer, já que eu não sou muito fan de requeijão, mas tenho certeza que de várias outras coisas, sim :)

Paulo Nunes Jr disse...

Sabe o que eu sinto falta aqui as vezes? O tal do restaurante self service de comida a quilo no estilo brasileiro e que no Brasil e' tao comum. Acho muito mais pratico e voce consegue selecionar melhor o que vai comer.

Beijos.

Neide disse...

Eu sempre passo por aqui quietinha, hoje resolvi sair do anonimato.Aqui nos temos desde cafe Pilao ateh desinfetante Pinho Sol. Quando eu vou a loja de prod.brasileiros eu me surpreendo com a quantidade de prod. superfluos. O pior eh que tem muitos produtos similares no mercado japones de qualidade superior e preco inferior, mas o pessoal prefere os da terrinha.Vc tem verdadeira aversao pelo boi australiano, aqui nos soh consumimos carne australiana, o boi de olhinho puxado eh cotado a preco de ouro. Nos churrascos as bebidas e a maionese sao do Brasil, mas o boi eh australiano.Mudando de assunto...Tem alguma epoca do ano que a agua do mar nao esteja gelada em Sydney? Adorei seus posts sobre a cidade, despertou minha curiosidade, ja inclui na minha listinha de lugares para visitar.
Abracos

Nathanne disse...

Oi amiga, obrigada pelas felicitações no meu blog.

Nossa, acho que esse é um problema de todos que vivemos fora do Brasil. Não é que a gente queira viver e comer igual em nosso país, mas há coisas que simplesmente não dá pra deixar de sentir saudades como o queijo de minas, o pão de queijo, o pastelzinho de feira. Eu aqui já encontrei um substituto do requeijão, se chama "Queso de untar President" a consistência lembra mais a de margarina, mas o saber se parece muito.

Beijos querida e uma óootima semana!

Tina disse...

Oi querida!

Minha filha também reclama, afinal "cream cheese is not requeijão"... LOL

Lista no supermercado é que deve ser feito, senão a gente volta com Tudo que viu e (quase)Nada do que realmente precisava... rs

Estava com saudades.

beijos e boa semana !

Edelize disse...

Claudia Sortuda... Aqui tem o bairro dos portugueses e você me deu uma ótima idéia de passeio no final de semana... Faz um tempão que não passo lá e já estou pensando em bolinho de bacalhau! Beijocas.

Thaís Estou torcendo para que corra tudo bem com a operação do James. Pobrezinho! É uma chatice quando estas coisinhas aparecem...
A foto saiu horrível pois tive que usar o celular. A marca do queijo é Mainland Cream Cheese. O gosto é parecido, mas a viscosidade está mais para um "spread" do que a do requeijão, mas engana. Beijos

Márcia Às vezes bate estas vontades loucas e daí já viu, a gente não sossega até encontrar... (eu, pelo menos). Beijos

Paulo Também sinto falta dos "Kilinhos". Muito mais prático e sem contar a variedade de comida. Minha mãe achou super estranho o fato dos restaurantes daqui servirem PF (prato feito) apenas, pois somos mais acostumados com kilinhos, buffet ou então uma mesa repleta de tigelinhas... Beijocas

Neide Obrigada pelas visitas e pelo comentário. Ouvi dizer que os japoneses são doidos pela carne daqui, e também alguém me disse que o padrão exportação é melhor do que encontramos aqui (acho que terei que visitar o Japão para comprovar, hehehe). Eu, por sorte, só sinto falta de algumas guloseimas de lá e o café pilão, mas não sei se iria fazer o rancho num mercadinho só de produtos brasileiros, pois tem certas coisas que aqui a qualidade é superior (produtos de limpeza, principalmente).
Quanto a água do mar (ui, deu até calafrio só de pensar), para o meu gosto, é fria o ano todo, entre 15 e 24 graus! Janeiro e Fevereiro são os melhores meses. Se quiser mais informação, avise. Será um prazer ajudar. Beijos

Nathanne É difícil de explicar estas vontades que passamos. Pastel de feira então... me lembro das manhãs frias de Curitiba e minha mãe ou vó chegando em casa da feira com aquele pacotinho gordurento e com aquele pastel de vento (como chamava quando era pequena). Como era gostoso! Beijocas e curta de montão o seu dia!

Tina É verdade, cream cheese não é requeijão, mas dá para enganar. Já tentei a lista, mas confesso que nem mesmo com ela consigo frear o meu ímpeto de trazer besteirada e deixar o essencial nas prateleiras. Estou pensando seriamente em começar a fazer o rancho pela internet. Beijos!

Anônimo disse...

OI EDE PASSE NO MEU ORKUT E VEJA AS FOTINHOS BJS SAUDADES

Vivi disse...

Hummmmm q delícia!!!!
Bom q vc encontrou um similar do nosso requeijão :)
Pq qdo moramos longe sentimos tanta falta das coisas mais bobas e gostosas do dia-a-dia????

Um bjão amiga

Anônimo disse...

é tão bom encontrar coisas parecidas com as nossas do Brasil. Aqui em Portugal tem muita loja que vende artigos brasileiros, mas ainda não têm tudo e eu sinto falta de tanta coisa que você nem imagina!
Adorei seu blog! Vou te adicionar e voltar sempre, tá?!
Bjos

pisconight disse...

hehehe
Aqui em Portugal não temos o costume do requeijão, mas acho que à venda nos hipers...
É verdade que quando estamos fora do nosso país sentirmos falta daquilo a que estamos habituados. Geralmente eu sinto falta de um bom café e basta ir para a Espanha que o café já não presta...
;)

Blog Widget by LinkWithin

Stats

Clicky Web Analytics

Foi assim...