Curitiba - Model City


Passará daqui a pouco uma reportagem sobre Curitiba no Dateline (SBS, um canal de TV daqui). Adivinhe, se já não estou grudadinha em frente à tv esperando?



A chamada do programa é a seguinte:


"...uma cidade do terceiro mundo com qualidade de vida do primeiro mundo, onde transporte público é auto-sustentável e 99% da população diz ser feliz, e onde os carneiros são usados para manter curto o gramado de alguns parques públicos".

Vamos ver o que vem pela frente...

Beijocas!

Atualização:

Alguns pontos da entrevista:

  • Curitibanos entrevistados disseram:
  • "Uma vez curitibano, sempre curitibano" (e aquele sorrisão bem brasileiro!)
  • "Amo aqui, e não penso em sair daqui"
  • "É uma cidade tranqüila"
  • E o Jaime Lerner está bem gordinho (e inteligente como sempre - hehe sempre o admirei). Com relação aos carros ele disse: "O nosso relacionamento com os carros tem que ser como o que temos com nossas sogras: a gente tem que se dar bem, mas não podemos deixá-las gerenciar as nossas vidas" (hummm, ainda tenho que aprender isto, não faço nada sem o carro e adoraria que a sogrinha estivesse aqui gerenciando as nossas vidas, seria tão mais fácil...)
  • Planejamento de cidades tem que levar três coisas em consideração: mobilidade, sustentação e identidade.
  • Algumas imagens dos anos 70 (tinha até esquecido de como eram os ônibus de linha, verde e amarelo, bem bandeira do Brasil. Hoje em dia, temos os vermelhos (expressão), os verdes (interbairros também conhecidos com interbrejos, intertribos), os amarelos (os de linha), os brancos, os laranjados, os prateados (os da estação tubo)....
  • No começo, lá pelos anos 70, o sistema de transporte de Curitiba transportava 25.000 passageiros diariamente, atualmente 2.000.000!
  • A estação tubo foi desenhada por Jaime Lerner num gurdanapo.
  • No horário de pico, a freqüência de ônibus em Curitiba é a cada 60 segundos.
  • Hitoshi Nakamura, Jaime Lerner e equipe projetaram quase todos os parques que há em Curitiba (e olha que a lista é grande!). Um parque pode ser construído em 2 meses!
  • Curitiba tem 4 vezes mais área verde por habitante do que o mundialmente recomendado.
  • Parque Barigui: as ovelhas são usadas para manter o gramado sempre no comprimento certo. Alternativa não só barata, mas também anti-poluente.
  • Curitiba também tem problemas, por exemplo, há muitas favelas na periferia da cidade (e parecem que se multiplicam toda vez que vou lá), a diferença é que há também programas para resolver alguns dos problemas: o lixo-que-não-é lixo (reciclável), troca de material reciclável por comida (5K de reciclável = 1K de verduras/frutas); o projeto Sambaqui (relocação de moradores de favelas para bairros) onde arquitetos da cidade fazem os projetos de casas para a população de baixa renda junto com o futuro morador.
Apesar de parecer meio barrista da minha parte, o programa não falou nada de errado. Curitiba é isto tudo e mais um pouco. Têm problemas? Sim, e um monte deles. É segura? Não, não é. Curitiba é como toda cidade em qualquer lugar do mundo, tem lugares que dá para ir sem problemas, e outros que até mesmo o povo curitibano evita passar perto. É uma ilusão imaginar que Curitiba é um paraíso, mas que é uma cidade lindinha, isto é!

E como a Thaís disse aí no comentário, é bom ver uma coisa positiva sobre o Brasil, pois ultimamente só estavam passando coisas sobre o tráfico de drogas, violência, PCC e afins.

E deve ser alguma semana dedicada ao Brasil: uma noite dessas passaram Central do Brasil e agora está passando outro filme brasileiro Contra Todos (vixe, tô achando meio violento pro meu gosto, acho que vou é dormir..).

Fotos tiradas pelo pimpolho nas férias deste ano
  1. Museu Oscar Niemeyer, vulgo Museu do Olho
  2. Estação tubo

13 comentários:

Thais disse...

Oba! bom saber, vou assistir! ver alguma coisa positiva sobre o Brasil por aqui... porque estes dias estavam mostrando sobre o trafico de drogas, sequestros, fico ate pra baixo com estas reportagens.Que bom que vao mostrar Curitiba.
Beijo!

Gabriela disse...

Oi Ede.
Cheguei aqui atraves do blog da Claudia.
Puxa, eu não conheço Curitiba, mas pelo q vc escreveu to ficando com vontade de conheer, sabia? rsrsrss
um beijo

Claudia disse...

É sempre bom ver o "retrato" da cidade que a gente ama em outro país não é mesmo? E o namô nem conhece, mas já falou que se a gente se mudar pro Brasil, tem que ser pra Curitiba. hehehe

Edelize disse...

Thaís - foi bom ouvir algo bom sobre o Brasil. Também estava de saco cheio só de ver e ouvir notícias chatas de lá.

Precisa ver a repercussão aqui no trabalho. O povo que assistiu quer que o Jaime Lerner venha para cá arrumar o transporte público daqui... Adoraria.

Gabriela - obrigada pela visita. É uma cidade bonitinha mesmo. Vale a pena visitar

Claudia - Vejam como são as coisas, seu namô querendo morar lá em Curita, e eu adoraria morar no Rio ou Sampa, só pelo agito cultural. Curita ainda é meio paradinha, mas um dia chega lá.

Paulo Nunes Jr disse...

Oi Ede,

Esse documentario deve ter sido muito bacana! Eu adoro Curitiba. Estive duas vezes e me impessionou muito a organizacao da cidade.

Me lembro de ter jantado no Madalosso o maior restaurante da America Latina, ne? Fiquei impressionado em como eles conseguem gerenciar toda aquela gente. E uma loucura!

Beijos

Lia disse...

Oi Edelize,obrigada pelos toques de como linkar,tentei e so funcionou em parte,pois o link nao abre e nao consigo por mais que dois enderecos enfim..
Quanto a Curitiba,adoro e sempre me perguntei porque o Jaime Lerner nao se candidata para presidente,o que voce acha?

Edelize disse...

Paulo Estes restaurante em Santa Felicidade são assim mesmo, enormes! E ir aos domingos lá, só mesmo se enfrentar filas. Também não faço a mínima idéia de como eles gerenciam, mas que a comida é bem caseira e gostosa, isto é. Beijocas

Lia Adoraria se o Jaime Lerner fosse presidente do Brasil, mas acho que ele não quer saber mais de política, e só está se dedicando à consultoria. Depois passo lá no teu blog para ver porque não está funcionando... Vamos ver se a gente arruma. Beijos.

poemusicas disse...

Política, eis um belo assunto para políticos. E a Austrália, dizem parecer-se, em seu aspecto geólógico e climático com o meu Nordeste Brasileiro. Sabias, claro, não, que sinto saudades mesmo sem conhecer, de todos, invariavelmente que estão milhas distantes desta terra bagunçada e generosa, cheia de políticos malfeitores, gatunos de bom aprendizado.
Prá ti qe estás tão longe de mando algo aqui de perto, que saiu de mim, que está no meu blogger, exatamente.

SE LEMBRA
Por todas as ruas, onde ando sozinho,
eu ando sozinho, com você.
E você que nem se lembra mais,
se lembra.
Do jeito que eu fui, tão dedicado, meu amor,
vejo com saudades, a rua, a cerca, o espinho, a flor,
tantos gestis fis prá lhe falar, lhe ver sorrir,
Você se lembra?

Ainda ando sozinho, eu já nem sei se ando,
eu ando sonhando com você.
E você que nem se lembra mais,
se lembra.
Do jeito que eu sou, tão complicado, meu amor,
fico encabulado quando vou pegar uma flor,
e ha tantos gestos mais, prá entender, e essa canção,
Prá você lembrar.

Naeno Rocha
www.poemusicas.blogspot.com

Nathanne disse...

Nossa olha só que surpresa, achei alguém de Curitiba!! Queria tanto ver essa reportagem!! :)

Tina disse...

Oi lindinha!

Curitiba é linda, organizada, próspera. Gosto muito, verdade.

Beijos e tks for visiting me.

Anônimo disse...

OI EDE

fico feliz em saber que Curitiba esta sendo divulgada ai na Australia mostrando algo de bom, pelo menos o sistema de transporte e digno de ser divulgado otimo em tudo. Voce deve ficar orgulhosa de ver sua terra natal fazendo sucesso.bjs. mãe

Ione disse...

Oi, Edelize!
Nossa, eu adoro Curitiba!! Sou do Rio e morei muito tempo em Fortaleza. Mas se fosse pra escolher de todas as cidades que eu conheci, do Brasil, acho que gostaria de morar em Curitiba. Sem falar que achei o pessoal de lá muito simpático! :-)
Boa semana!

Edelize disse...

NaenoObrigada pela visita. Lindo este poema, assim como os outros em seu blog. Torcendo para que dê tudo certo com o lançamento do seu cd. Boa Sorte!

NathanneGuria, passei no seu blog e voltei com o coração apertadinho de saudade só de ver as fotos de Curita. Todas muito lindas! Beijos.

TininhaVirei leitora assídua do seu blog, é tão organizadinho quanto você. Beijos.

MãeOba, recadinho seu aqui!!! Pensei que não estava mais lendo o blog, e tivesse me abandonado por completo - hehehe. Nada que uma bronquinha por telefone não resolva. E sabe o que aconteceu depois que falei com você? Esqueci a outra lasagna no forno e queimou um pouquinho. Um dia aprendo! Beijos

IoneQuanto à simpatia do povo curitibano, ainda acho que tem muito a melhorar se comparado com cariocas e o pessoal do Nordeste. Sabe como é, o frio e a falta de praia (as desculpas usuais), faz o pessoal menos risonho, mas só na faixada, pois no fundo, todo curitibano é bem simpático e amigão. Beijos!

Blog Widget by LinkWithin

Stats

Clicky Web Analytics

Foi assim...